Tempos de Incerteza


Neste mundo egoísta e virado para o materialismo, já vão sendo cada vez menos os gestos delicados e os sorrisos simpáticos que se trocam entre os transeuntes nas ruas, nos transportes públicos (cada vez menos) para a labuta do dia-a-dia, ou até nos vizinhos das mesas dos cafés, que não sabem o que fazer do tempo para que este passe sem que deixe uma sensação doentia em seus espíritos. Para quem estava habituado a trabalhar, o café parece um albergue naqueles momentos em que se fica absorto, a reflectir no que está a acontecer ás suas vidas, sem encontrar a resposta.

No mundo actual, uns vivem a pensar como sair da vida angustiada em que estão mergulhados; outros, preocupados em manter o seu quotidiano psíquico e financeiro estável, outros ainda em acumular mais e mais capital, mais e mais património.

O sorriso, a simpatia, a amabilidade, já só vem daqueles que não têm nada e vivem, mesmo assim, pacificamente, num mundo injusto, mas sem um sentimento de revolta, sem um lamento, sem um grito de desespero

Anúncios

Sobre antonilourenco

Gosto: ler; cinema; blogs; futebol; outros desportos; viagens; de viver.
Esta entrada foi publicada em Tempos de Incerteza com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s