Park Vigeland – Noruega – (minha 1ª. grande viagem a este admirável País num mês de Dezembro)


Este portão de entrada para o Park tem um significado simbólico e é uma pena não se ver no seu tamanho integral:  representa uma jovem que sai do park inocente e pura e quando regressa já trás dentro de si outra vida. Já não entra inocente mas sim uma mulher que tem o conhecimento de como a vida se concebe. – este imagem esculpida no portão, faz-me lembrar um poema de Camões: "Descalça vai para a fonte Lianor pela verdura; Vai formosa, e não segura. Chove nela graça tanta, que dá graça à formosura. Vai formosa e não segura."

 

 2615494.jpg

Tirei muitos slides quando aqui estive, já lá vão uns anos, mas o descuido fez com que a humidade os inutilizasse. Agradeço estas imagens ao SATPORTUGAL.

Anúncios

Sobre antonilourenco

Gosto: ler; cinema; blogs; futebol; outros desportos; viagens; de viver.
Esta entrada foi publicada em Viagens. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s