Beverley Craven


 
    

 
   

   

  
 
 
 

Filha de pais britânicos, nasceu no Sri Lanka quando o seu pai exercia um lugar de destaque na Kodak em 28 de Julho de 1963, mas ainda com 18 meses regressou ao seu país, Reino Unido, e destacou-se na natação em competições nacionais. Sua mão era violinista e a filha herdou o gosto pela música e começou a receber lições de piano aos sete anos. Aos 18 anos decide sair de casa por sua conta e risco para tentar a sua aventura nos caminhos da música, sua paixão. Fez alguns trabalhos fora desta área para pagar as despesas e ia colaborando em shows com várias bandas musicais.   

Primeiro álbum de Beverley Craven foi lançado em 1990 e embora com êxito na Europa e Estados Unidos (vendeu mais de dois milhões de cópias) não obteve grande sucesso no seu país.

O seu o maior sucesso foi em 1991: Promisse Me.  Seguiram-se outros.

Em 1992 passou o seu tempo de gravidez fazendo gravações do seu segundo álbum Love Scenes, que seria lançado em 1993. Neste mesmo ano deu um concerto no Royal Albert Hall.

Craven tem três filhas: Mollie, 1992, Brenna, 1994 e Connie, 1996.

Teve um hiato no seu trabalho para tratar das suas filhas e só reaparece em 1999 com outro álbum, Mixed Emotion. Ainda neste ano teve uma participação na faixa “ The Last Time do álbum de Alan Parsons A Máquina do Tempo.

Em 2004 editou uma colectânea O Melhor de Beverley Cravene fez a sua promoção numa série de apresentações ao vivo. Foi neste tempo que lhe surgiu a maior das complicações até então: cancro da mama. Não esmoreceu, lutou e passados dois anos reapareceu nos palcos. E assim, dez anos após o lançamento de seu último álbum de estúdio, Beverley está finalmente de volta com "Close To Home", o seu há muito aguardado e talvez o álbum mais pessoal até à data. "It’s a rebirth in many ways," she says. Escrito, produzido e lançado pela sua gravadora, vendido inicialmente no seu site e nos concertos ao vivo e depois nas lojas on-line e no seu website.

"É um renascimento em muitos aspectos", diz ela. "Only this time there’s no record deal and no pressure. I’m doing things on my terms now and you know what –  I’m really enjoying myself!" "Só que desta vez não há nenhuma gravadora, não há pressão. Estou fazendo as coisas à minha maneira, agora  eu estou realmente divertindo-me!"

 

Li a biografia desta lutadora que se chama Beverley Craven, uma mulher de 47 anos, mãe de 3 filhos, que já lutou contra o cancro da mama e venceu. Não é uma história muito longa mas mostra o valor de quem vive no aconchego de uma família bem instalada e resolve desafiar essa estabilidade e ir em busca dos sonhos que vão crescendo na sua mente até os realizar, desafiando o desconhecido sem hesitar.

  

 

Anúncios

Sobre antonilourenco

Gosto: ler; cinema; blogs; futebol; outros desportos; viagens; de viver.
Esta entrada foi publicada em Música. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s